email a friend
printable version
Location Brazil, Mato Grosso
Central coordinates 58o 0.00' West  16o 29.00' South
IBA criteria A1, A3
Area 151,172 ha
Altitude 50 - 160m
Year of IBA assessment 2008

SAVE Brasil (Affiliate)



Site description Essa área, situada a sudoeste da cidade de Cáceres, no extremo sudoeste do Mato Grosso, está inserida em uma região de relevos baixos associados à Planície Pantaneira. Praticamente 80% da área é tomada por vegetação de cerrado classificada como savana parque e savana arborizada. A pequena incidência de cursos d’água nessa região não favorece a formação de florestas ciliares, que aparecem apenas mais a leste, ao longo do rio Paraguai e ao redor das pequenas lagoas formadas pela dinâmica das enchentes (onde se estabelece a floresta estacional semidecidual aluvial). Há uma IBA no território boliviano adjacente, logo a oeste, chamada "Área Natural de Manejo Integrado San Matías", que ocupa cerca de 3 milhões de hectares e abrange variadas paisagens bem conservadas. No entanto, as duas IBAs não são contíguas por causa de uma faixa intermediária de cerca de 20 km de largura, onde são desenvolvidas atividades agropecuárias.

Key Biodiversity Há apenas um levantamento preliminar da avifauna da área, realizado recentemente No entorno, há um inventário conduzido em uma localidade a sudeste, na margem esquerda do rio Paraguai Sporophila maximiliani (bicudo), espécie listada como criticamente em perigo na lista nacional de espécies ameaçadas de extinção e globalmente quase ameaçada, representa uma ocorrência importante, já que são extremamente raras as observações recentes dessa espécie no país. Tanto o bicudo quanto Amaurospiza moesta (negrinho-do-mato) são encontrados em formações de cerrado com taquarais. Nesse mesmo ambiente foi registrado Thamnophilus sticturus (choca-da-bolívia), que possui distribuição marginal no Brasil. Penelope ochrogaster (jacu-de-barriga-vermelha) é freqüente nas matas semidecíduas da margem esquerda do rio Paraguai e há grande probabilidade de ser encontrado também na margem oposta. Nas formações baixas de savanas aparecem grupos com 15–20 indivíduos de Rhea americana (ema) Bandos de Anodorhynchus hyacinthinus (arara-azul-grande) também ocorrem na área e cerca de 80 indivíduos foram vistos em uma só localidade.

Populations of IBA trigger species

Species Season Period Population estimate Quality of estimate IBA Criteria IUCN Category
Greater Rhea Rhea americana resident  2008  unknown  A1  Near Threatened 
Chaco Chachalaca Ortalis canicollis resident  2008  unknown  A3  Least Concern 
Hyacinth Macaw Anodorhynchus hyacinthinus resident  2008  80 individuals  unknown  A1  Vulnerable 
Pale-crested Woodpecker Celeus lugubris resident  2008  unknown  A3  Least Concern 
Bolivian Slaty-antshrike Thamnophilus sticturus resident  2008  unknown  A3  Least Concern 
White-lored Spinetail Synallaxis albilora resident  2008  unknown  A3  Least Concern 
Rufous Cacholote Pseudoseisura unirufa resident  2008  unknown  A3  Least Concern 
Great Rufous Woodcreeper Xiphocolaptes major resident  2008  unknown  A3  Least Concern 

Habitats

IUCN habitat Habitat detail Extent (% of site)
Shrubland Cerrado  major
Forest Tropical semi-deciduous forest  minor

References Auza & Hennessey (2005); João Batista do Pinho (dados néditos); Pedro F. Develey (dados inéditos); InfoNatura (2007); João B. do Pinho (verb.).

Contribute  Please click here to help BirdLife conserve the world's birds - your data for this IBA and others are vital for helping protect the environment.

Recommended citation  BirdLife International (2014) Important Bird Areas factsheet: Caceres. Downloaded from http://www.birdlife.org on 21/12/2014

To provide new information to update this factsheet or to correct any errors, please email BirdLife