email a friend
printable version
Location Brazil, Mato Grosso do Sul
Central coordinates 57o 50.00' West  20o 18.00' South
IBA criteria A1, A3
Area 468,274 ha
Altitude 0 - 80m
Year of IBA assessment 2008

SAVE Brasil (Affiliate)



Site description O Pantanal de Nabileque é formado por planícies fluviais e espraiamentos aluviais do rio Paraguai, que permanecem inundados por nove ou mais meses durante o ano A área envolve toda a planície alagável existente entre a divisa do país com o Paraguai e o rio Nabileque, esse situado na borda leste da IBA. A pluviosidade média na região varia entre 000–100 mm anuais. Os tipos de vegetação predominantes no Pantanal do Nabileque, em ordem de importância, são o campo inundado, carandazal, campo seco e paratudal, os dois primeiros correspondendo a cerca de 40% da área. Brejo, pirizal, baceiro, buritizal, chaco, mata semidecídua e mata de galeria, entre outras formações, compõem outros 30% de sua superfície. Os carandazais são formados por um estrato arbóreo dominado principalmente por uma espécie de palmeira, o carandá (Copernicia alba).

Key Biodiversity A região da bacia do rio Nabileque constitui uma das grandes lacunas de conhecimento ornitológico no Estado do Mato Grosso do Sul. Em curtas expedições de pesquisa realizadas recentemente foram encontradas cerca de 230 espécies em diversos pontos de amostragem, que ajudaram a delimitar a IBA. A área qualificase sob o critério A3 por abrigar um componente significativo de espécies endêmicas do Chaco (5). Destacase Poospiza melanoleuca (capacetinho), que não está representada em outras IBA brasileiras, apesar de ocorrer em outras localidades do país. Em áreas próximas à IBA foram encontrados Sporophila palustris (caboclinho-de-papo-branco), espécie ameaçada de extinção, e Phyllomyias reiseri (piolhinho-do-grotão), endêmico do Cerrado. É muito provável que a primeira ocorra também dentro da IBA, em razão da continuidade de hábitats favoráveis. Já P. reiseri foi encontrado em um trecho de floresta decidual junto à Terra Indígena Kadiwéu, em uma formação vegetal praticamente inexistente dentro da IBA. Essa terra indígena possui trechos bem preservados de florestas secas, além de ambientes tipicamente pantaneiros, mas não há informações que permitam uma avaliação de sua importância para as aves.

Populations of IBA trigger species

Species Season Period Population estimate Quality of estimate IBA Criteria IUCN Category
Chaco Chachalaca Ortalis canicollis resident  2006  unknown  A3  Least Concern 
Hyacinth Macaw Anodorhynchus hyacinthinus resident  2006  5 individuals  unknown  A1  Vulnerable 
Nanday Parakeet Aratinga nenday resident  2006  unknown  A3  Least Concern 
Pale-crested Woodpecker Celeus lugubris resident  2006  unknown  A3  Least Concern 
Rufous Cacholote Pseudoseisura unirufa resident  2006  unknown  A3  Least Concern 
Great Rufous Woodcreeper Xiphocolaptes major resident  2006  unknown  A3  Least Concern 
Black-capped Warbling-finch Poospiza melanoleuca resident  2006  unknown  A3  Least Concern 

Habitats

IUCN habitat Habitat detail Extent (% of site)
Forest Tropical deciduous forest; Tropical semi-deciduous forest  -
Shrubland Cerrado; Scrub  -
Wetlands (inland) Freshwater marshes/swamps; Riverine floodplains  -

References Straube et al. (2006); Slva et al. (2000b); Silva et al. (1998); Tubélis & Tomás (2003); Fernando C. Straube (verb.).

Contribute  Please click here to help BirdLife conserve the world's birds - your data for this IBA and others are vital for helping protect the environment.

Recommended citation  BirdLife International (2014) Important Bird Areas factsheet: Pantanal de Nabileque. Downloaded from http://www.birdlife.org on 17/12/2014

To provide new information to update this factsheet or to correct any errors, please email BirdLife