email a friend
printable version
Location Brazil, Bahia
Central coordinates 38o 59.00' West  9o 57.00' South
IBA criteria A1, A2, A3
Area 390,000 ha
Altitude 0 - 800m
Year of IBA assessment 2008

SAVE Brasil (Affiliate)



Site description A região do Raso da Catarina, no sertão do nordeste baiano, é conhecida como a pátria da arara-azul-de-lear (Anodorhynchus leari) por ter sido o palco da descoberta dessa espécie criticamente em perigo na natureza, o que aconteceu somente em 1978. Antes disso, a arara-azul-de-lear era conhecida apenas por exemplares de origem indeterminada. A caatinga arbustiva é a vegetação típica nas áreas de "raso", que são as regiões mais planas e elevadas, de solo arenoso. Nas grotas e em terrenos argilosos da calha do rio Vaza Barris, que drena a região, existem caatingas arbóreas e florestas semidecíduas, com árvores que podem ultrapassar 20 m de altura. Muito característicos da região são os cânions e desfiladeiros areníticos, com paredões rochosos de até 100 m de altura, que servem de dormitório e áreas de nidificação para as araras. O clima é semiárido quente, com pluviosidade anual inferior a 500 mm, podendo ocorrer anos completamente secos.

Key Biodiversity O Raso da Catarina abriga a maior – e, por muito tempo, única – população conhecida de A. leari, um dos principais endemismos da Caatinga. A área ocupada pela população remanescente da espécie é estimada em cerca de 3.900 km2 e divide-se em dois núcleos principais, localizados em margens opostas do rio Vaza Barris: Serra Branca, em Jeremoabo, e Toca Velha, em Canudos. Censos realizados em outubro de 2003 estimaram em cerca de 500 indivíduos o número de araras que ainda vivem na região do Raso da Catarina. A Estação Biológica de Canudos protege as áreas de reprodução de A. leariem Toca Velha. A Estação Ecológica Raso da Catarina, situada ao norte do rio Vaza Barris, inclui um dormitório e alguns pontos de alimentação utilizados pela espécie na Serra Branca, mas a maior parte da área ocupada pelas araras nessa região encontra- se fora da unidade de conservação. O alimento principal da espécie são os cocos da palmeira licuri (Syagrus coronata), que apresenta distribuição agregada. Cerca de 30 manchas de licuri são utilizadas como pontos de alimentação pelas araras. A região também abriga uma rica avifauna, representativa da Caatinga. Há registros de 201 espécies e o Raso da Catarina divide com outras duas IBAs o posto de área com maior número de endemismos da Caatinga.

Populations of IBA trigger species

Species Season Period Population estimate Quality of estimate IBA Criteria IUCN Category
Yellow-legged Tinamou Crypturellus noctivagus unknown  30 individuals  unknown  A1  Near Threatened 
Greater Rhea Rhea americana unknown  30 individuals  unknown  A1  Near Threatened 
White-browed Guan Penelope jacucaca unknown  30 individuals  unknown  A1, A3  Vulnerable 
Lear's Macaw Anodorhynchus leari resident  2003  500 individuals  medium  A1, A2, A3  Endangered 
Blue-winged Macaw Primolius maracana unknown  30 individuals  unknown  A1  Near Threatened 
Broad-tipped Hermit Anopetia gounellei unknown  unknown  A3  Least Concern 
Spotted Piculet Picumnus pygmaeus unknown  unknown  A3  Least Concern 
Silvery-cheeked Antshrike Sakesphorus cristatus unknown  unknown  A3  Least Concern 
Caatinga Antwren Herpsilochmus sellowi unknown  90 individuals  unknown  A1, A3  Least Concern 
Pectoral Antwren Herpsilochmus pectoralis unknown  30 individuals  unknown  A1, A3  Vulnerable 
Red-shouldered Spinetail Gyalophylax hellmayri unknown  30 individuals  unknown  A1, A2, A3  Near Threatened 
Caatinga Cacholote Pseudoseisura cristata unknown  unknown  A3  Least Concern 
Great Xenops Megaxenops parnaguae unknown  unknown  A3  Least Concern 
Yellow-faced Siskin Carduelis yarrellii unknown  30 individuals  unknown  A1  Vulnerable 
Red-cowled Cardinal Paroaria dominicana unknown  unknown  A3  Least Concern 

Protected areas

Protected area Designation Area (ha) Relationship with IBA Overlap with IBA (ha)  
Raso da Catarina Ecological Station 99,772 protected area contained by site 99,772  
Serra Branca/Raso da Catarina State Environmental Protection Area 67,560 protected area contained by site 67,560  

References Sick (1997); BirdLife International (2000, 2004); Nascimento et al. (2001); Pedro C. Lima (verb.); Brandt & Machado (1990); Lima et al. (2003a,b); Sick et al. (1987); Collar et al. (1992); Teixeira (1992); Whitney & Pacheco (1994); Sugieda et al. (2000); Whitney et al. (2000); www.biodiversitas.org.br.

Contribute  Please click here to help BirdLife conserve the world's birds - your data for this IBA and others are vital for helping protect the environment.

Recommended citation  BirdLife International (2014) Important Bird Areas factsheet: Raso da Catarina. Downloaded from http://www.birdlife.org on 29/11/2014

To provide new information to update this factsheet or to correct any errors, please email BirdLife